Em Andamento

Teses e Dissertações de Pesquisadores do Lab404 em andamento

 

TESES

Famílias” e “Equipes” em Fortaleza (CE): um mapeamento etnográfico das teias de sociabilidades entre o uso do WhatsApp e o espaço da cidade – CAPES DS

Participantes – Amanda Nogueira (pesquisadora responsável); André Lemos (Orientador)
Resumo: É objetivo desta pesquisa investigar e mapear as teias de sociabilidades construídas por diferentes grupamentos, autointitulados “famílias” e “equipes”, a partir das relações que estabelecem entre si, o espaço da cidade e o espaço do WhatsApp, por meio de inserção etnográfica no traçado dos corpos juvenis nesses âmbitos e as intervenções que estabelecem nos bairros de Fortaleza (CE). “Famílias” e “equipes” essas que se autodenominam desta forma e mantêm, em sua maioria, integrantes jovens e habitantes de periferias urbanas. Esta proposta de pesquisa é uma reverberação da pesquisa de mestrado da proponente, desenvolvida a partir do acompanhamento etnográfico de uma determinada “família” na capital cearense durante todo o ano de 2015. O procedimento metodológico será a etnografia virtual, ou netnografia, a partir do contato convergente da pesquisadora entre o ambiente do WhatsApp e das praças onde os grupamentos se encontram, situando-se cotidianamente nos diálogos construídos por eles tanto na esfera do grupo mediado pela Internet – para isso necessitarei acompanhar o grupamento e me inserir nesse dispositivo de contato – como nas reuniões que estabelecem entre seus membros.

 

“MADE FOR ANY ROOM”: Sobre as práticas cotidianas de privacidade e mediação de informações pessoais através de smart speakers 

Participantes – Daniel Marques (Coordenador); André Lemos (Orientador)

Resumo: Partindo de um entendimento de privacidade enquanto práticas contingentes a contextos sociais, técnicos, econômicos e políticos específicos, faz-se necessário lançar um olhar crítico sobre a adoção de smart speakers e sua inserção no cotidiano dos lares contemporâneos. Para além de problematizar aspectos relacionados à segurança da informação, hacking e invasões, nosso interesse de pesquisa parte para as práticas cotidianas referentes à circulação de informações pessoais e mediação do cotidiano através dos smart speakers. É com esse interesse em mente que lançamos a seguinte questão de pesquisa: Como se caracterizam as novas e/ou reformuladas práticas de privacidade produzidas pela inserção de smart speakers no processo de mediação e circulação de informações pessoais no ambiente doméstico cotidiano?  Tomamos a Teoria Ator-Rede como inspiração teórico-metodológica, partindo da necessidade de observar a distribuição de agências que atuam na composição das práticas de privacidade.

 

CONTROLE DE AUTENTICIDADE DE CONTEÚDOS NAS REDES SOCIAIS – CAPES – 001

Participantes – Frederico Ramos Oliveira (pesquisador responsável); André Lemos (Orientador)

Resumo: O compartilhamento intencional de conteúdos apócrifos nas redes sociais de internet tem sido discutido amplamente, tanto por governos, como pela academia e outros representantes da sociedade civil. A pesquisa busca compreender a atuação associada de humanos e não humanos no controle de autenticidade de conteúdos postados no Facebook. Neste sentido, discute as relações entre essa rede social digital, agências de checagem de dados, interfaces e usuários. Objetiva, ainda, descrever procedimentos que são desenvolvidos pelos gestores das redes sociais para identificação de conteúdos que podem ser apócrifos, verificação de sua autenticidade; compreender como as agências brasileiras de checagem de dados se organizam editorialmente para atuar no controle da autenticidade de conteúdos; e compreender a relação das interfaces e usuários com a circulação de conteúdos apócrifos.

 

 Imagens de si: experiência, intimidade, relato de si e materialidades digitais na prática de selfie

Participantes – Leonardo Pastor (pesquisador responsável); André Lemos (Orientador)

Resumo: Este projeto de doutorado propõe uma investigação das práticas atuais e cotidianas de selfie que, em meio às mediações dos dispositivos digitais, inserem-se em uma cultura contemporânea de interação, compartilhamento e comunicação. Este trabalho tem o objetivo de investigar a experiência – conjugada de maneira híbrida entre humanos, imagens e algoritmos – relacionada à produção de fotografias digitais chamadas de selfie, identificando e tensionando seu envolvimento com materialidades digitais, formas de relato de si e produções de intimidade relacionais. Propomos uma conexão entre teoria e prática através da etnografia – uma proposta etnográfica que está sendo produzida tendo uma praça na cidade de Salvador como ponto de partida. O percurso para seguir a experiência, portanto, desenvolve- se a partir das pequenas relações engendradas na vida cotidiana. Busca-se, dessa forma, investigar este fenômeno considerando sua formação através de um emaranhado de audiências algorítmicas, corpos, afetos, metadados, narrativas, expressões textuais e intimidades.

Apropriações e comunicação na Internet das Coisas: Análise de mediações e agências a partir da programação de conexões por usuários finais em produtos e projetos de IoT

Participantes – Raniê Solarevisky (pesquisador responsável); André Lemos (Orientador)

Resumo: A pesquisa tem como objeto de estudo as apropriações de soluções de Internet das Coisas e a maneira como alteram a distribuição de mediações e agências nesses sistemas. A intenção é verificar de que forma essas apropriações se processam, como criam e/ou reconfiguram as redes de associação e comunicação na IoT e qual indicação oferecem sobre o lugar do humano nesses sistemas.

DISSERTAÇÕES:

A TATUAGEM NO INSTAGRAM – As mediações que se estabelecem entre tatuadores e o aplicativo e como a associação modifica as práticas da tatuagem.

Participantes – Helen Fernandes (pesquisadora responsável); André Lemos (Orientador)

Resumo: O Instagram serve como plataforma de portfólio visual online dentro de uma rede social gratuita e extremamente popular para tatuadores, onde eles compartilham não apenas seu estilo artístico visual, mas também de comunicação baseado em sua prática de dados. O objetivo desse projeto é investigar a relevância do Instagram para a profissão, a prática de dados dos tatuadores no aplicativo e como a utilização da ferramenta influencia e modifica a prática da tatuagem. Espera-se encontrar que tatuadores adotam um conjunto de práticas de dados comum à profissão, bem como diferenças – reflexo de suas personalidades individuais. Espera-se encontrar também que como reflexo da grande relevância do aplicativo para os tatuadores estes passaram a adotar e moldar condutas subordinadas ao uso do aplicativo. Se valendo da Teoria Ator-Rede, espera-se identificar as mediações que se estabelecem na associação entre tatuadores e o Instagram e comprovar se o Instagram modifica o exercício da profissão.

 

DATA COMICS: USO DA NARRATIVA EM IMAGEM SEQUENCIAL PARA VISUALIZAÇÃO DE DADOS 

Participantes – Natália Huf (pesquisadora responsável); André Lemos (Orientador)

Resumo: Data comics, livremente traduzidos como “quadrinhos de dados”, são o resultado do encontro entre o jornalismo e a linguagem das histórias em quadrinhos (HQs). A narrativa em imagem sequencial, empregada na visualização de informação, gera uma nova forma de se apresentar e compreender informações, por meio da familiar e dinâmica linguagem das HQs. Ao se criar uma narrativa, a construção de sentido é facilitada para o leitor, por meio de histórias orientadas por informações fornecidas por dados.
Desta forma, a pesquisa pretende ampliar os estudos desenvolvidos sobre o emergente gênero das data comics. Utilizando a linguagem narrativa e a arte sequencial empregada nos quadrinhos, a visualização de dados se dá por meio de uma sequência narrativa, tornando a compreensão da informação mais fácil e dinâmica para o visualizador do conteúdo.